Review Revenge 03x19 - Allegiance



Depois de um Blood bom, mas que eu esperava mais, Revenge volta com um Allegiance épico. Sério, eu terminei de ver esse episódio sorrindo e louco para escrever a review. É incrível o salto que a série deu de episódios bem medianos para um que nos trás tantos elementos excelentes. Para mim, esse foi um dos melhores, se não o melhor episódio da temporada.

Ele começa com Emily indo se encontrar com Pascal, atendendo ao pedido dele. Ele só não esperava que ela fosse suspeitar do fato dele estar com a Victoria, que sabe de todos os podres e mais alguns de Conrad. Sério, tanto ele quanto a Victoria foram muito ingênuos. Porém, a cena valeu pelo incrível quote “Diga para Victoria ‘boa tentativa’. Hmm, veja só, eu ganhei!” HAUHAUHAUAH A cara dela sempre é melhor do que as palavras!

Enquanto isso, Aiden está tentando acessar os arquivos da empresa de Pascal. É então, que vemos o primeiro elemento que nos remete à primeira temporada: uso ostensivo de tecnologia. Sério, ou eu estou muito desatualizado ou o Nolan é muito foda porque não vou te falar não. O celular da Emily deve ser o Nokia 1020 com câmera de 41 MP ao invés de um Iphone, pelo o que parece. Imagine a qualidade da foto que você tem que conseguir para captar a digital do cara em um copo. Eu gostei porque qualquer referência a tecnologia, eu amo, mas foi um pouquinho além da conta. Enfim, acaba que Aiden consegue entrar.

Daniel fica interessado no programa de Javier e vai conversar com Margaux para que ele consiga apresentar o programa para Pascal. Agora PAUSA. Há uma Margaux em um enfeite de cabelo! Sério, o que foi aquilo? Eu tava esperando ela começar a gritar no meio do evento chic “OLHA O HOT DOG DA MÁRCIA, OLHA O CACHORRO QUENTE DA TETÊ, PARA-CHOQUE E PARA-LAMA”

Deixando de lado o arranjo de mesa que ela estava usando na cabeça: ela fica impressionada com o programa que Javier inventou. Explicando o programa: ele pega nas redes sociais e páginas da internet tudo o que a pessoa curtiu ou deixou de curtir e cria um algoritmo que acha respostas para perguntas, como se fosse a pessoa. Exemplificando, se eles chegassem e selecionassem você, leitor, e perguntassem “qual a melhor review de Revenge?”, o programa responderia “a review do Brenno do Portal Caneca” HUAHUAHAUHAU ZOA.

Por um acaso do destino – SQN – Emily encontra Victoria e vai cumprimentá-la. Elas trocam as farpas diárias e somos introduzidos a um novo personagem: Luke Gilliam. Victoria vai falar com ele e acaba deixando escapar no meio de todos que ele trabalhou para Conrad. Ele a chama para uma conversa privada e, claro, Emily vai atrás ouvir tudo. Sério, a Emily estava com um chapéu que mesmo sendo fino e elegante, parecia aqueles chapéus de mexicano, tipo ligeirinho. Fico pensando como eles não a viram. Ou talvez alguém viu e deixou… Falarei disso mais para frente.

O importante é que Victoria acaba dizendo que na realidade era para o Luke ser a pessoa responsabilizada pelo acidente, mas ele se livrou disso. Com isso, acabou sobrando para o David. Porém, o mais importante ainda é que ele tem indícios para incriminar Conrad sobre a queda do voo 197. Esse alvo é perfeito!

Aiden conta para Emily que não achou nada relevante sobre o Oscar e ela conta sobre Luke. O novo personagem veio aos Hamptons para receber um prêmio sobre uma ótima política verde, ou seja, ecologicamente sustentável, na sua empresa. Porém, Ems sabe que isso é apenas uma fachada e que há muito por baixo disso. Aiden dá a ela a canetinha vermelha e então temos mais uma referência da primeira temporada.

Jacaux está mais instável que Japão em época de terremoto. Jack volta da viagem que ele fez para levar sua mãe em casa. SÉRIO, eu vou repetir isso até o final da série: a pior atitude que o Jack tomou na vida. Mais um personagem ótimo que vai embora. Enquanto isso continuam Charlotte, Javier e Margaux aí de bobeira.

Voltando a DR, ele não consegue aceitar o fato da sua noiva estar se aliando com Daniel e estar sem tempo para a relação morna dos dois. Por um lado concordo com ela, tipo, agora ela tem que tomar conta dos negócios do pai. Ela não tem que tomar conta de um bar furreca. Porém, Jack está certo em alertá-la sobre Daniel e fazer todo esse drama. Gente, eu falei isso mesmo? Eu disse que o Jack está certo? :O

Temos uma cena de Convic e eu sempre gosto de comentar a atuação e a sintonia dos dois em cena. Porém, esse não foi o prato principal. Conrad vai questionar Victoria sobre o “showzinho” que ela deu com Luke no evento fino em que ela foi. Ela diz que não deve explicações a ele. Papo vai, papo vem, ele acaba jogando a bomba para cima dela, quando deixa subentendido que Pascal tem uma parcela de culpa na armação que foi feita para o David. Como ela nunca pensou nessa hipótese?

Se Jacaux está se esvaindo, Jamily está cada vez ganhando mais força. Jack vai contar a Emily sobre a viagem que ele teve e Emily sente muito. Ele percebe a diferença entre Emily e Margaux. Emily acaba contando sobre Luke e oferece a Jack um serviço para ajudá-la. Ele aceita prontamente e assim, temos Jack oficialmente na gangue Revenge.


Matéria original de Brenno Tavares - PortalCaneca.com.br 
comments powered by Disqus